(49)99836-9013

NO AR

TVSUL

redetvsul.com

Regionais

Inauguração da nova praia Central de Balneário Camboriú completa um ano; veja retrospectiva

Publicada em 04/12/22 às 17:45h - 22 visualizações

por TVSUL/NDMAIS


Compartilhe
 

Link da Notícia:

 (Foto: Evento de inauguração do alargamento da Praia Central e abertura da temporada e verão de Balneário Camboriú – Foto: Bruno Golembiewski/Reprodução/ND)

Obra de alargamento da faixa de areia determinou ‘antes e depois’ da cidade e foi repleta de acontecimentos marcantes

Já faz um ano que moradores e turistas de diversas partes do país podem contemplar e aproveitar a faixa de areia alargada da praia Central de Balneário Camboriú, no Litoral Norte.

As obras de alargamento que aumentaram a extensão da areia de 25 para 70 metros marcaram a história da cidade. E neste domingo (4) a inauguração para o público do ponto mais visitado de Balneário Camboriú completa seu primeiro aniversário.

evento de inauguração da praia também deu início a temporada de verão 2021/2022.

A praia se transformou em uma arena de eventos, com palco que recebeu apresentações musicais como Neo Joe, e até competições esportivas que contaram com a presença de famosos, como o jogador Denilson e o influenciador Gui Napolitano.

A obra, aguardada desde os anos 1970 pela população da cidade e acompanhada por olhos atentos do país e até do mundo, foi marcada por diversos acontecimentos e desdobramentos. Relembre:

Anos 2000

Com o crescimento da cidade como um destino turístico, os prédios de Balneário Camboriú ficaram cada vez mais altos e a sombra começou a tomar a praia.

Em 2000, o INPH (Instituto Nacional de Pesquisas Hidráulicas) apresentou uma proposta técnica para o alargamento e o assunto começou a ganhar espaço na mídia local. A sombra dos prédios foi um dos motivos para a popularidade do assunto.

Em 2001, um plebiscito foi feito para saber a opinião da população sobre a obra. A maioria da população votou a favor da obra, com 4.752 votos contra 1.759 contrários.

Anos 2010

A LAP (Licença Ambiental Prévia) só foi concedida em 2018. Ao todo, foram 6 licitações para atender 42 condicionantes ambientais. O edital para a obra de recuperação foi lançado em 2019.

2020

Em 2020 o consórcio DTA/Jan de Nul foi anunciado como o ganhador da licitação. No mesmo ano, a LAI (Licença Ambiental de Instalação) foi concedida, o que possibilitou o início das obras. Com R$ 85 milhões orçados, o contrato foi assinado por R$ 66,8 milhões.

2021

A obra só começou em março de 2021, com a chegada dos primeiros tubos para montagem da estrutura. O local escolhido como canteiro de obras foi o Pontal Norte, que se tornou praticamente um ponto turístico.

A grande estrela da obra, a draga Galileo Galilei, chegou em 22 de agosto de 2021, vinda do Oriente Médio. Foi quando a areia de uma jazida a 15 Km da costa começou a ser colocada na praia.

Neste periódo, algumas particularidades começaram a ser registradas, como aparecimento de tubarões e pessoas ficando presas na areia.

Em outubro de 2021, a faixa de areia da praia teve a formação de “piscinas naturais” pela primeira vez. A formação das poças de água chamaram a atenção dos visitantes.

Depois de desmontar a estrutura das obras e retirada da tubulação que levou a areia até a orla, foi hora de se despedir da draga Galileo Galilei, que seguiu para o porto de Santos, em São Paulo.

Com tudo pronto, e os retoques finais como terraplanagem e acabamento feitos, a praia foi oficialmente entregue à população no dia 4 de dezembro de 2021.

2022

Pouco tempo depois de ser inagurada, a praia Central de Balneário Camboriú já recebeu um evento grandioso. O Réveillon 2022 recebeu mais de 600 mil pessoas nas areias da recém-inaugurada praia, com um show de fogos de mais de 15 minutos de duração.

Já no começo de fevereiro, a praia registrou um fenômeno que chamou a atenção: a formação de “degraus” na areia. 

Apesar da curiosidade e dos comentários de que o mar estaria “tomando o que é dele”, trata-se de um processo natural e previsto pela prefeitura.

Após a nova areia chegar na orla, o mar e o vento são os reponsáveis por acomodar o material, e desníveis como os registrados são considerados comuns.

Os degraus apareceram novamente em outros meses, assim como as “piscinas naturais” flagradas no fim da obra.

O que ainda será feito

No final de maio, teve início o plantio das mudas de restinga, que devem compor a praia Central futuramente. Uma área da praia foi destinada ao plantio, em uma espécie de “teste” para as plantas.

Contudo, o plantio da restinga foi interrompido e será continuado somente após as obras de reurbanização da avenida Atlântica.

Foi entendido que as obras poderiam danificar a restinga, e por isso foi autorizado que o plantio seja feito após esta etapa.

Um projeto da Índio da Costa, escritório de arquitetura do Rio de Janeiro, prevê área de lazer, banheiros, quiosque entre outros ambientes que devem transformar toda extensão da praia Central.

Além disso, um novo mobiliário urbano, a plantação de árvores nativas em toda extensão da praia Central, ciclovias, entre outras melhorias, devem atrair mais visitantes para a praia.






ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Anuncie conosco

Visitas: 468238
Usuários Online: 4
Copyright (c) 2023 - TVSUL - comercial@redetvsul.com